Enquanto amigos das monjas de Belém, gostaríamos de lhes apresentar o novo Mosteiro Nossa Senhora do Rosário construído no limite do Ribatejo com o Alentejo, a 8 Km da vila do Couço.

A Família Monástica de Belém, da Assunção da Virgem e de São Bruno nasceu no dia 1 de Novembro de 1950 e chegou a Portugal em 2001, altura em que uma fundação começou, em casas provisórias, na Quinta de Calhariz, diocese de Setúbal.

Em 2007 as monjas receberam a oferta de um terreno para construir um mosteiro na diocese de Évora, reunindo todas as condições para viverem a vocação a que são chamadas: uma vocação contemplativa segundo a sabedoria de vida de São Bruno.

No dia 24 de Junho de 2013, D. José Alves abençoou as primeiras  construções do novo mosteiro. Desde esse dia algumas monjas habitam neste lugar, no louvor e na intercessão pelo mundo inteiro – e mais especialmente por Portugal – que atravessa períodos dolorosos.

Nesta 1ª etapa foram construídos uma pequena capela, 6 eremitérios, um refeitório e uma cozinha.

Chegou o momento de iniciar a segunda fase de construção que oferecerá melhores condições para acolher a quem chega. O Mosteiro tem sempre a porta aberta às pessoas que desejem respirar a sua paz, na solidão habitada por quem deixou tudo por Deus.

 Neste lugar perto do Céu, embalado pelo silêncio, qualquer um pode encontrar aquilo que a sua alma procura. A alegria das irmãs é o espelho do acolhimento dum coração habitado pelo amor que crê, espera, escuta e adora Aquele que é Amor e que não exclui ninguém. Já são muitos os que no Mosteiro aprendem com elas a encontrar Deus no silêncio e na oração sossegada.

Todos desejamos com entusiasmo a rápida conclusão desta fase de construção e entregamos a Deus a continuação da edificação deste lugar de encontro com Deus.